Farke insiste em escolhas equivocadas, Gladbach cai diante do Bochum e aumenta calvário do clube

Foto: Reprodução/Imago

Apático, o Borussia Mönchengladbach chegou a mais uma derrota ao ser superado pelo Bochum por 2 a 1, em jogo válido pela 14ª rodada da Bundesliga. Adjei e Hofmann anotaram os gols dos mandantes, enquanto Alassane Pléa marcou o gol solitário dos Potros.

Aumentando a lista de desfalques, o goleiro Tobias Sippel acabou se lesionado no treino antes da partida, dando espaço para a estreia do jovem Jan Olschowsky, que está no clube desde a infância. O jovem arqueiro nada pôde fazer diante de duas falhas nos primeiros minutos da defesa – na primeira oportunidade, Adjei recebeu nas costas de toda defesa e em condição legal, avançou sozinho para marcar.

Poucos minutos depois, Nico Elvedi cometeu errou grosseiro ao tentar tocar para Olschowsky, deixando a pelota a feição para Hofmann, que driblou o goleiro e dobrou a vantagem dos mandantes. Incapaz de produzir qualquer coisa, o Gladbach inexistiu na primeira etapa e se limitou a lançamentos longos para tentar sair da pressão adversária.

Mesmo diante de uma atuação apática, o técnico Daniel Farke decidiu retornar para a etapa complementar sem realizar qualquer alteração na equipe, seja de peças ou no aspecto tático. Graças a um erro na saída de bola do adversário, o Borussia diminuiu o prejuízo através de Alassane Pléa – o atacante recebeu passe do compatriota Thuram e bateu cruzado de esquerda, balançando as redes adversárias.

Persistindo em dos diversos erros que vem cometendo, Farke só realizou mudanças na equipe aos 80’ de partida, promovendo as entradas de Stindl e Herrmann, esse último insanamente improvisado como lateral, mesmo tendo Lainer a disposição, o que também não inspira confiança, mas é um jogador de origem da posição. Estranhamente, mas algo que vem sendo costumeiro, o treineiro seguiu por quase toda partida com Christoph Kramer ocupando a função de camisa dez.

Ainda sem qualquer produção ofensiva, Ramy Bensebaini até anotou o gol de empate, aproveitando bom cruzamento de Hofmann. No entanto, em chamada muito controversa, o VAR alertou e o juiz foi ao monitor, anulando o tento dos Potros por impedimento – vale ressaltar na jogada que o passe recebido por Hofmann veio de uma ação deliberada do defensor, algo que gera novo lance, sendo assim, a decisão foi prejudicial ao Gladbach.

Restando apenas cinco minutos no tempo regulamentar, o time pouco fez, assim como ocorreu em toda partida, reproduzindo mais uma atuação vexatória do Borussia Mönchengladbach, que ainda não venceu uma partida fora de casa pela Bundesliga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s