Apesar de boa atuação, Borussia Mönchengladbach peca na tomada de decisão e não sai do zero diante do Freiburg

Foto: Reprodução/Bundesliga

Borussia Mönchengladbach tentou encerrar a maldição na Floresta Negra, mas não passou de um empate sem gols diante do Freiburg neste domingo (11) em jogo disputado no Europa Parkstadion, válido pela 6ª rodada da Bundesliga.

Com alguns desfalques significativos, especialmente na zaga, o Borussia Mönchengladbach entrou em campo com Kramer e Friedrich formando a dupla de zaga – auxiliados em alguns momentos por Julian Weigl. A dupla de zaga teve atuação sólida e permitiram poucos espaços para os atacantes do Freiburg.

Apesar de atuar fora de casa e em um ambiente hostil – o Borussia não vence o Freiburg fora de casa há 20 anos – o time comandado por Daniel Farke controlou a posse de bola e transformou esse domínio em oportunidades de gol, todavia, todas foram desperdiças, sempre com erro na tomada de decisão. Principal arma ofensiva do time, Marcus Thuram foi novamente responsável por criar as melhores chances da partida – e assim como nos últimos jogos, ele desperdiçou todas.

Um lance de preocupação aconteceu aos 34’, quando Neuhaus recebeu entrada imprudente, acabou sentindo o joelho e foi substituído por N’Goumou. O lance gerou preocupação em relação ao meio-campista, que a essa altura poderia ver o sonho de disputar uma Copa do Mundo acabar.

O segundo tempo seguiu o mesmo roteiro da etapa inicial – Gladbach dominando a posse de bola, mas sem encontrar a qualidade no passe final para abrir o placar. Stindl teve oportunidade em chute de fora da área, parando em boa defesa de Flekken. Do outro lado, o Freiburg tentava explorar os contra-ataques, especialmente com Ritsu Doan, bem controlado por Bensebaini.

Jonas Hofmann teve grande oportunidade para encontrar o passe decisivo em contra-ataque de clara vantagem numérica do Gladbach, porém o meio-campista escolheu a jogada errada e desperdiçou o ataque. Dessa forma, nenhuma das equipes teve qualidade suficiente para alterar o placar.

Borussia: Sommer, Scally, Friedrich, Kramer, Bensebaini; Weigl, Koné, Neuhaus (N’Goumou – depois, Sanches); Hofmann, Stindl (Wolf) e Thuram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s