Gladbach evita perdas significativas e encorpa elenco com as chegadas de Julian Weigl e Nathan N’Goumou

Foto: Reprodução/Borussia

A expectativa era de que o Borussia Mönchengladbach fosse sofrer um desmanche do atual elenco, mas isso acabou não se confirmando após boa janela conduzida por Roland Virkus, diretor esportivo do clube. Além de ter conseguido as renovações contratuais de Alassane Pléa e Jonas Hofmann, o diretor manteve outras peças importantes como Sommer, Bensebaini e Thuram, esses ainda no último ano de contrato.

Há boa expectativa, agora com a janela de transferências já encerrada, de que os jogadores citados anteriormente caminhem para uma renovação contratual – pelo menos no caso de Yann Sommer, essa é uma tendência. Ramy Bensebaini e Marcus Thuram ainda possuem futuro incerto com a camisa dos Potros para o futuro, no entanto, ainda há expectativa de que possam assinar novos vínculos com os Potros.

Além de não ter perdido suas principais peças, o Borussia Mönchengladbach ainda foi ao mercado de forma inteligente para reforçar o elenco – Ko Itakura e Oscar Fraulo foram os primeiros contratados, juntando-se agora a Nathan N’Goumou e Julian Weigl. Itakura rapidamente se firmou como titular na defesa ao lado de Nico Elvedi e vem tendo ótimas atuações, especialmente pela qualidade na saída de bola, luta em campo e calma para executar as ações.

Com a saída de Breel Embolo, o Borussia foi ao mercado em busca de reforços para o setor ofensivo – Bejlo, do Osijek, chegou a ser bem cotado, mas as negociações não avançaram. Nos últimos dias da janela, Roland Virkus buscou a contratação do ponta Nathan N’Goumou, 22 anos, ex-Toulouse. Dessa forma, a função de centroavante pode ser preenchida por Marcus Thuram, que iniciou bem a temporada na função e Alassane Pléa, habituado a atuar por lá.

Já no último dia da janela, o reforço tão desejado pelo técnico Daniel Farke foi contratado – Julian Weigl, 26 anos, chegou por empréstimo junto ao Benfica. Farke já havia destacado a vontade de contar com mais um meio-campista no elenco, especialmente alguém que fosse capaz de controlar o setor e qualificar a saída de bola, aspecto fundamental na filosofia de jogo do técnico dos Die Fohlen. Com as adições, o elenco do Borussia Mönchengladbach parece muito mais equilibrado e oferece opções ao técnico Daniel Farke, que se viu refém de um banco de reservas enfraquecido nas primeiras partidas da temporada.

Fazendo o caminho inverso, Jordan Beyer, sem espaço nesse início de temporada, foi cedido por empréstimo de uma temporada ao Burnley, da segunda divisão inglesa.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s