Tá em crise? Chama o Bayern! Borussia Mönchengladbach não permite vingança, volta a superar o Bayern de Munique e encerra sequência catastrófica

Foto: Reprodução/DPA

Depois de uma sequência assustadora de resultados negativos, inclusive com goleadas históricas e humilhantes, o Borussia Mönchengladbach voltou a campo nesta sexta-feira (7) em jogo válido pela 18ª rodada da Bundesliga, diante do Bayern de Munique, na Allianz Arena. Aproveitando a situação de um adversário devastado pela covid-19, o Borussia venceu por 2 a 1, de virada, com gols de Florian Neuhaus e Stefan Lainer, enquanto Lewandowski abriu o placar para os bávaros.

Também com desfalques devido a infecção da covid-19, o Borussia Mönchengladbach promoveu algumas mudanças na equipe titular, como por exemplo os retornos de Lainer, Kramer e Luca Netz, além de Jantschke na zaga. Robert Lewandowski abriu o placar para os mandantes ao 18’, o polonês recebeu ótimo passe de Müller, deu uma finta em Elvedi apenas com o domínio e finalizou com força, anotando o primeiro tento do confronto.

A reação veio através de Florian Neuhaus aos 27’, o meio-campista aproveitou lance confuso na área e finalizou de primeira, contando com certa colaboração do goleiro Ulreich, substituto de Neuer no confronto. Quatro minutos depois, Luca Netz levantou a bola com extrema qualidade no escanteio, encontrando o pequeno Stefan Lainer entre os defensores – o lateral austríaco cabeceou e também contou com certa ajuda do goleiro bávaro para virar o placar.

Lars Stindl teve outra exibição abaixo da crítica, mas lutou incessantemente (Foto: Reprodução/Imago)

Na segunda etapa o panorama foi completamente diferente, em um cenário no qual o Borussia Mönchengladbach se limitou praticamente a defender e como de costume, sempre deixando espaços. Quando o perigo surgiu, Yann Sommer e a trave apareceram para salvar o empate da equipe adversária. No ataque, nas raríssimas aparições dos Foals por lá, sobrava espaço e faltava inteligência para definir o placar.

Pléa, que entrara na vaga de Neuhaus, desgastado, teve a melhor oportunidade da etapa complementar, mas acabou desperdiçando. O francês recebeu ótimo passe de Stindl, driblou um defensor e finalizou de esquerda, parando em ótima defesa de Ulreich. No fim das contas, a entrega coletiva foi suficiente para que o resultado fosse assegurado até o apito final.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s